Mathema Mathema

A hora e a vez da Probabilidade

Neste curso vamos tratar especificamente do cálculo de probabilidades usando a razão entre o número de resultados favoráveis e o total de resultados possíveis em um espaço amostral. Esta estratégia se relaciona com a Probabilidade Clássica. Com base nas orientações da BNCC, a proposta é que possamos refletir sobre os desafios enfrentados por alunos e por professores no processo de ensino e aprendizagem da Probabilidade em sala de aula. Além disso, vamos conhecer propostas que nos auxiliem a desenvolver nos alunos as habilidades probabilísticas que são destacadas na BNCC.

Você aprenderá a:

• Redimensionar conhecimentos sobre o trabalho com a Probabilidade Clássica em sala de aula, ampliando discussões de conceitos essenciais como espaço amostral, evento e aleatoriedade.

• Identificar erros e dificuldades dos alunos ao calcular, representar e comparar probabilidades e, a partir dessa identificação, conhecer propostas pedagógicas para superação dessas dificuldades.

• Conhecer propostas de atividades para o trabalho em sala de aula.

R$59,99

em até 2x
Carga Horária: 10 horas
Curso indicado para:
  • Anos Finais do Ensino Fundamental
Prazo para conclusão do curso:
45 dias
Modalidade do curso:
autoinstrucional

Percurso formativo:

Iniciaremos nosso curso analisando um diálogo entre professores de Matemática. A partir desse diálogo, vamos refletir sobre os desafios de ensinar Probabilidade aos alunos dos anos finais do Ensino Fundamental: por que ensinar? O que ensinar? Nossas discussões serão pautadas na proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e buscam promover reflexões sobre o ensino e a aprendizagem da Probabilidade nesta etapa de escolarização.

O que ensinar de Probabilidade a meus alunos? Devo começar com o cálculo de probabilidade? Um especialista mostra elementos essenciais que dão sustentação à compreensão da Probabilidade e explica por que é importante discuti-los em sala de aula - em conformidade com as indicações da BNCC. Pretendemos, com esta videoaula, fomentar reflexões sobre as prioridades na hora de ensinar Probabilidade aos alunos dos Anos Finais.

A BNCC traz a expressão: “a razão entre casos favoráveis e casos possíveis". Nesta aula, além de conhecermos a definição matemática da Probabilidade Clássica - uma das definições a serem ensinadas durante os anos finais do Ensino Fundamental - faremos uma discussão sobre o significado da expressão, bem como podemos redimensionar o uso da linguagem probabilística em sala de aula por meio de problematizações.

Nesta aula vamos conhecer duas atividades que podem ser exploradas em sala de aula para ampliar as aprendizagens relativas à construção do espaço amostral e ao cálculo de probabilidades – vistos nas aulas anteriores. Ao longo da aula, vamos refletir sobre soluções, possíveis estratégias, dificuldades dos alunos, comunicação de resultados e avaliação, na resolução tanto dessas questões quanto de outras semelhantes.

Este é um momento para você avaliar seus conhecimentos sobre o que foi discutido nas últimas aulas - importância do ensino da Probabilidade, elementos que dão sustentação à compreensão da Probabilidade e análise de situações-problema. Esta avaliação será composta por 5 questões.

Nesta aula vamos ampliar nosso entendimento sobre a Probabilidade Clássica, proposta na BNCC. Também vamos conhecer as diferentes formas de representação para comunicação dos resultados obtidos a partir do cálculo das probabilidades e refletir que dificuldades os alunos podem ter para usar estas diferentes representações.

Nesta aula vamos analisar algumas produções de alunos, com erros e acertos, a partir da resolução de situações envolvendo o cálculo de probabilidades. Os objetivos são analisar o uso de diferentes representações para comunicar resultados e refletir sobre possíveis intervenções para que o aluno desenvolva a compreensão da definição probabilística que está sendo trabalhada.

Vamos conhecer algumas estratégias metodológicas para trabalharmos, em sala de aula, a comparação de probabilidades a partir dos resultados obtidos por meio de cálculos e de experimentos sucessivos.

Nesta aula você terá a oportunidade de retomar as discussões feitas ao longo do curso. Vamos sistematizar as propostas de trabalho com a Probabilidade Clássica, orientadas de acordo com a BNCC, com atividades que podem enriquecer o trabalho em sala de aula de forma que seus alunos desenvolvam as habilidade previstas

Momento de avaliar seus conhecimentos sobre as discussões e reflexões ao longo do curso. Esta avaliação será composta por 5 (cinco) questões e focadas nas orientações da BNCC, nas dificuldades que os alunos possuem para o aprendizado de Probabilidade, na comparação e na quantificação de probabilidades. Assim, com essa avaliação, encerramos nosso curso sobre Probabilidades.

Chegamos ao fim do nosso curso. Conheça um pouco a autora deste conteúdo e as referências bibliográficas usadas para a elaboração deste material.

Autoras

Ana Paula Barbosa de Lima

Ana Paula Barbosa de Lima

Formadora

É licenciada em Matemática pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde, mestre e doutoranda em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência com avaliação de livros didáticos de Matemática para a Educação Básica e, atualmente, desenvolve sua pesquisa de doutorado voltada para a formação do professor de Matemática em espaços colaborativos. Também é integrante do Grupo de Estudos em Raciocínio Combinatório e Probabilístico - Geração da Universidade Federal de Pernambuco, onde desenvolveu seu estudo de mestrado com foco no conhecimento do professor sobre o uso do Princípio Fundamental da Contagem. As publicações feitas pela autora encontram-se no blog do Geração: http://geracaoufpe.blogspot.com/

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A hora e a vez da Probabilidade”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *