Mathema Mathema

Dicas para ajudar seu filho na escola

Por Escrito em: 26/03/2021
Compartilhe nas suas redes: [addtoany]

Você sabe como ajudar seu filho na escola?

Estudar com o filho não é dividir o compromisso dos estudos, mas, sim, acompanhar de perto e proporcionar conforto e segurança a ele para que cada conteúdo aplicado na escola seja bem absorvido.

Entre os principais benefícios dessa ação podemos citar a melhora no rendimento escolar, facilidade na identificação de problemas comportamentais e maior interação com a instituição de ensino.

Para entender o que você precisa fazer para ajudar seu filho nos estudos, continue a leitura deste artigo até o final, porque daremos dicas valiosas para colocar em prática. Acompanhe!

1. Crie um cronograma de estudo

O primeiro passo é criar um cronograma para organizar os horários de estudo do seu filho. É claro que ele precisa de um tempo destinado ao lazer para brincar, relaxar e se divertir, mas também precisa destinar um período para se dedicar ao conteúdo escolar.

Para motivá-lo, é interessante criar uma espécie de quadro ou mural que indique os horários que os estudos devem começar e terminar. Assim, fica muito mais fácil da criança entender que aquilo faz parte da sua rotina e que precisa fazer isso todos os dias — com exceção de finais de semana e feriados, se preferir.

2. Não faça as atividades para a criança

Um erro muito comum dos pais na hora de ajudar os filhos na escola é fazer as atividades para criança, seja pela falta de tempo, seja pela falta de paciência. Independentemente do motivo, isso não pode acontecer.

Ajudar não significa fazer algo no lugar deles, mas, sim, mostrar como se faz e deixar que eles pensem e solucionem o problema sozinhos. É claro que o outro caminho é mais fácil, mas fará com que eles não se sintam desafiados e muito menos aprendam a matéria.

As atividades realizadas em casa reforçam a aprendizagem das aulas e proporcionam muitos outros benefícios às crianças, como:

  • ajuda a criar o hábito do estudo;
  • incentiva a superação diária;
  • melhora a autodisciplina;
  • reforça a concentração;
  • ensina a ler e seguir instruções de forma independente;
  • desenvolve o sentido de responsabilidade;
  • melhora a memória;

3. Reveja com ele os testes anteriores

Os testes (provas e trabalhos) anteriores são excelentes aliados para ajudar você a entender como está o desempenho do seu filho na escola. Ou seja, além de avaliar o crescimento escolar do estudante, ele também mostra se ele domina o conteúdo ministrado em sala de aula.

Se os resultados forem positivos, ótimo. Porém, se ele se saiu mal nos testes é hora de sentar e conversar com o seu filho para entender o que está prejudicando o seu desempenho — os problemas podem estar relacionados desde o bullying até o uso excessivo de telas em casa.

De preferência, sente com ele e reveja item por item para ajudá-lo a resolver o problema.

4. Estimule novas maneiras de estudar

Sair do “lugar comum” é muito importante para as crianças. Isso ajuda o seu filho a ter sucesso na escola. Por essa razão, é importante que você disponha de livros, revistas e outros materiais que estimulem a leitura, o senso crítico e a curiosidade.

Pesquise diferentes maneiras de ensinar sobre química e física, por exemplo — aqui, vale apostar em experimentos que ajudam a criança a entender mais sobre o conteúdo. Além disso, invista em brincadeiras que estimulem o aprendizado da escrita e da matemática.

Vale destacar também a importância de optar por uma escola que ofereça metodologias de ensino inovadoras, que estimulem o conhecimento por meio das vivências diárias.

5. Ajude a memorizar os conteúdos

Memorizar os conteúdos de todas as matérias é muito importante, porém, quando o assunto é matemática isso se torna ainda mais essencial. Isso porque o progresso de uma criança em matemática é seriamente comprometido quando eles não memorizam os fatos fundamentais, como a tabuada.

Nesse momento, é necessário fazer uso de recursos lúdicos para que o estudante entenda a regra e memorize o conteúdo.

Na matéria de português, por exemplo, isso também é essencial. Use a sua criatividade e ajude o seu filho a gravar as regrinhas da língua portuguesa.

6. Apoie os professores do seu filho

A vida de um professor não é nada fácil. Eles trabalham por longas horas e ainda precisam atender a expectativa dos pais. No entanto, vale destacar que a forma como a criança se comporta na escola nem sempre é a mesma que ela se comporta em sala de aula. Por mais que essa informação seja uma surpresa para você, ela é a realidade de muitas famílias.

Embora seja natural você querer defender o seu filho em uma situação de conflito, é importante não intimidar o professor e pressioná-lo a tomar uma decisão que beneficie o seu filho.

Converse com o professor para entender o comportamento do estudante. Afinal, se o seu filho acreditar que você não respeita os professores, a criança e sua aprendizagem serão afetadas de maneira negativa.

Vale destacar a importância de optar por uma escola que ofereça metodologias de ensino inovadoras.

O Programa Ciranda, por exemplo, visa trazer a criança para o centro do processo de aprendizagem, permitindo que ela aprenda brincando.

Agora você já sabe como ajudar o filho na escola! Lembre-se da importância de sempre conversar com eles para identificar em quais matérias eles têm mais dificuldades de aprendizagem e, assim, tomar as medidas necessárias para melhorar o rendimento escolar da criança.

Para acompanhar nossos conteúdos siga-nos no Facebook e Instagram!

Conta pra gente: qual sua opinião sobre esse texto?

Todos os campos devem ser preenchidos.
Seu e-mail não será publicado.

s
X