Mathema Mathema

Conheça a Proposta Pedagógica do Programa Ciranda

Por Escrito em: 27/08/2021
Compartilhe nas suas redes: [addtoany]

A proposta do Programa Ciranda toma como princípio o respeito aos direitos e à dignidade das crianças, uma vez que consideramos suas diferenças individuais, sociais, econômicas, culturais e étnicas.

O Ciranda entende que, é preciso reconhecer que a Educação Infantil é um espaço rico e potente de aprendizagem. Dessa forma, é preciso protegê-la e garantir que ela se desenvolva e aprenda de maneira saudável e íntegra.

O Programa é destinado para crianças de 2 a 5 anos e, neste artigo, vamos apresentar a você os principais pontos da proposta pedagógica do Ciranda para as crianças de 2 anos. Continue a leitura até o final para entender mais sobre a nossa proposta.

Os princípios da educação de 0 a 3 anos e o currículo

O Programa Ciranda entende que princípio fundamental — na faixa de 0 a 3 anos — refere-se ao fato de que o bebê e a criança bem pequena precisam conhecer a si mesmos e seu entorno com autonomia, a partir de sua própria iniciativa e na relação com os outros.

Nesse sentido, entendemos que o currículo para essa faixa etária não deve estar voltado para a estimulação, uma vez que trata-se de uma prática que leva o adulto a atuar de maneira diretiva.

Dessa forma, um currículo necessário e executável abrange todas as práticas cotidianas em que é possível o envolvimento do bebê e da criança bem pequena. Ou seja, todos os momentos da vida cotidiana em uma instituição são oportunidades de aprendizagem. Todas as experiências, desde a alimentação até a brincadeira livre, passando pela observação do educador, são currículo.

O Programa Ciranda 2 anos nasce desse currículo planejado, intencional e possível. e possível. Esse material tem como objetivo maior colaborar com a percepção do educador sobre o importante conjunto das experiências livres.

As experiências e os espaços

Crianças de 2 anos passam por processos importantes em relação ao desenvolvimento da linguagem. Embora nessa fase algumas já falem, elas preferem agir. Seu movimento é ainda a principal via para perceber objetos e relações entre eles, bem como para se expressar. Logo, toda experiência com a criança dessa idade deve favorecer o movimento. Nesse sentido, é importante que a criança possa agir em um espaço bem preparado, seguro e coerente.

Para preparar esse espaço, os materiais, os objetos e a mobília devem ser escolhidos com a devida atenção para que tudo esteja ao alcance das crianças. Além disso, a escolha desses espaços deve favorecê-las, a fim de que elas possam repetir as experiências muitas vezes — pois é a partir da repetição que elas observam suas próprias ações e podem refiná-las.

A Organização curricular

O Ciranda 2 anos foi organizado com base em aportes teóricos que preconizam três fundamentos essenciais:

  • as singularidades e particularidades das crianças de 2 anos nos níveis cognitivo, motor e afetivo;
  • as experiências com a natureza, próprias para essa fase em que a criança está descobrindo as leis do mundo.
  • a autonomia do professor na condução das propostas.

 

Para colocar esses fundamentos em prática, o Ciranda organiza todos os módulos de pesquisas com as crianças em dois modelos de narrativas:

  • Experiências Permanentes: as propostas incentivam a construção da memória, habilidades manuais, percepção de leis de causa e efeito e organização temporal. Sendo assim, elas devem fazer parte do cotidiano das crianças por todo o ano.
  • Percursos Criativos: as vivências possibilitam conhecimentos específicos, construídos a partir de experiências que fazem parte da produção cultural da humanidade e que, portanto, reúnem em si possibilidades de refinamento da sensibilidade, do senso estético e de variadas formas de linguagem.

 

O Livro do Professor está organizado em quatro unidades, mas não há obrigatoriedade de ser trabalhado na sequência em que está descrito.

As propostas das Experiências Permanentes foram desenvolvidas para serem trabalhadas durante o ano todo. Vale destacar que as pranchas das crianças são apenas uma possibilidade de registro, não devendo o trabalho se resumir ao uso delas.

Já as experiências denominadas Percursos Criativos são também atemporais, ou seja, podem ser realizadas em qualquer época do ano, mas envolvem uma exploração com especificidade – por exemplo, experiências em que é preciso a cooperação mútua entre adultos e crianças. Mesmo nessas propostas, as crianças devem ter a liberdade de experimentar e refazer as experiências.

 

Por fim, vale destacar que quando falamos das crianças da faixa etária de 2 anos, todas as experiências são currículo: a alimentação, o sono, a troca, a brincadeira em sala e fora dela. Portanto, todas essas experiências devem fazer parte do planejamento.

O Ciranda oferece formação continuada para que os professores e gestores possam colocar a proposta em prática da melhor maneira possível. Essa formação é realizada por uma equipe de formadores especialistas nas diversas áreas do conhecimento.

 

Quer implementar o Programa Ciranda na sua escola ou rede também? Então entre em contato conosco para que possamos ajudar você a oferecer um ensino de qualidade às crianças!

Conta pra gente: qual sua opinião sobre esse texto?

Todos os campos devem ser preenchidos.
Seu e-mail não será publicado.

s
X